sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

MENSAGEM INTERESSANTE

Um punhado de sal "O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse. - Qual é o gosto? - perguntou oMestre. - Ruim. - disse o jovem sem pensar duas vezes. O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse junto com ele ao lago. Os dois caminharam em silêncio, e quando chegaram lá o mestre mandou que o jovem jogasse o sal no lago. O jovem então fez como o mestre disse. Logo após o velho disse: - Beba um pouco dessa água. O jovem assim o fez e enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou: - Qual é o gosto? - Bom! - o jovem disse sem pestanejar. - Você sente o gosto do sal? - perguntou o Mestre. - Não. - disse o jovem. O Mestre então sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse: - A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem em detrimento ao 
que ao que você perdeu. Em outras palavras: É deixar de ser copo, para tornar-se um 
Lago."

domingo, 15 de dezembro de 2013

Oi   gente  maravilhosa,  estamos chegando  no natal, e olha  quanta coisa bonita e prática eu vi na net.
Um  lindo e Feliz Natal pra todos nós,  com  muita paz em nossos  corações.









quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

texto de Paulo Coelho






As mulheres pela visão de um homem...
Não importa o quanto pesa. 
É fascinante tocar, abraçar
e acariciar o corpo de uma mulher. 
Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção. 
Não temos a menor ideia de qual seja seu manequim.
Nossa avaliação se dá de outra forma,
isso quer dizer: se tem forma de guitarra... está bem.

Não nos importa quanto medem em centímetros 
- é uma questão de proporções, não de medidas. 
As proporções ideais do corpo de uma mulher são: 
curvilíneas, cheinhas, carnudas... 
Essa classe de corpo que, sem dúvida,
se nota numa fração de segundo. 
As magrinhas que desfilam nas passarelas, 
seguem a tendência desenhada 
por estilistas que, diga-se de passagem, 
parecem odiar as mulheres
e com elas competem. 
Suas modas são retas e sem formas.

A maquiagem foi inventada 
para que as mulheres a usem. 
Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa. 
As saias foram inventadas
para mostrar suas magníficas pernas...
Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, 
foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim. 
Ocultar essas formas é como ter
o melhor sofá embalado no sótão.

É essa a lei da natureza... que todo aquele que 
se casa com uma modelo magra, 
anoréxica, bulêmica e nervosa 
logo procura uma amante cheinha, 
simpática, tranqüila e cheia de saúde



As jovens são lindas... mas as de 40 para cima, 
são verdadeiros pratos fortes. 
Por tantas delas somos capazes 
de atravessar o atlântico a nado. 
O corpo muda... cresce. 
Não da de entrar, sem ficar psicótica,
no mesmo vestido que usava aos 18.
Uma mulher de 45, que entra na roupa 
que usou aos 18 anos, 
ou tem problemas de desenvolvimento
ou está se auto-destruindo.

Nós gostamos das mulheres 
que sabem conduzir sua vida
com equilíbrio e sabem controlar 
sua tendência a culpas. 
Ou seja, aquela que, quando tem que comer,



come com vontade 
(a dieta virá em setembro, não antes); 
quando tem que fazer dieta, 
faz dieta com vontade 
(não se saboteia e não sofre);
quando tem que ter intimidade 
com o parceiro, tem com vontade; 
quando tem que comprar algo que gosta, compra; 
quando tem que economizar, economiza.

Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, 
algumas marcas de estrias não lhes tira a beleza. 
São testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, 
não tiveram anos em formol, nem em spa... Viveram!

O corpo da mulher é o sagrado recinto da gestação 
de toda a humanidade, onde foi alimentada, 
ninada e, sem querer, marcada por estrias, 
cesáreas e demais coisas 
que fizeram parte do processo 
que contribuiu para que estivéssemos vivos.

Portanto, Cuidem-no! Cuidem-se!
Amem-se! A beleza é tudo isto.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

DIA DE MUDAR


Hoje eu vou mudar!
E para não ficar
apenas nas promessas,
vou começar pelo mais fácil,
 
vou mudar o caminho,
vou andar por novas ruas, 
ver novas caras,
quem sabe, 
começar uma nova amizade.

Pensando em pequenas mudanças,
vou abrir mão de pequenas coisas,
coisas que me incomodam 
e que faço automaticamente,
alias, vou prestar mais atenção 
nos meus atos,
vou ser um observador 
de mim mesmo.

Vou vigiar meus passos, 
e tentar cortar aqueles 
que me levam até a decepção.

Hoje eu vou mudar!

Promessa antiga, 
que me faço 
sempre que quebro a cara,
mas hoje, hoje eu quero
e preciso do novo,
ou quem sabe, 
resgatar antigos hábitos saudáveis,
como ser feliz com o que tenho,
valorizar as pessoas 
que gostam de mim como eu sou.

Valorizar a roupa que eu uso, 
a comida que eu como,
a família que eu tenho, 
o amor que me acompanha,
o estudo que eu conclui, 
a escola que eu freqüento,
o emprego que eu tenho...

São tantas coisas, 
e tão pouco tempo para ver,
pouco tempo 
para o que é bom e estável,
muito tempo 
para o que ainda não tenho,
muito tempo
para lamentações e dores.

Chega!

Hoje eu vou mudar, 
por isso, 
começo o dia 
com uma prece sentida, 
Agradecendo pela oportunidade
de ter mais uma chance,
de poder desejar 
e fazer mudanças,
para fazer em mim, 
o ser que eu gostaria de ser...

E ser livre para dizer 
que amo a vida,
dizer para cada pessoa 
que eu conheço
que elas são importantes para mim,
e abraçar cada um, 
como se fosse despedida,
sendo apenas mais um dia, 
DIA DE MUDAR!

Paulo Roberto Gaefke



terça-feira, 12 de novembro de 2013

Faxina em mim por Marta Medeiros


Estava precisando fazer uma Faxina em mim...
Jogar fora alguns pensamentos indesejados,
Tirar o pó de uns sonhos,
Lavar alguns desejos que estavam enferrujando.....

Tirei do fundo das gavetas lembranças que não uso e não quero mais.
Joguei fora ilusões, papéis de presente que nunca usei, sorrisos que nunca darei...
Joguei fora a raiva e o rancor nas flores murchas
guardadas num livro que não li.

Peguei meus sorrisos futuros e alegrias pretendidas e as coloquei num cantinho, bem arrumadinhas.
Fiquei sem paciência!
Tirei tudo de dentro do armário e fui jogando no chão:
Paixões escondidas, desejos reprimidos, palavras horríveis que nunca queria ter dito, mágoas de uma amiga
sem gratidão, lembranças de um dia triste...

Mas lá havia outras coisas... belas!!!
Uma lua cor de prata...os abraços....
Aquela gargalhada no cinema, o primeiro beijo....
O por do sol.... uma noite de amor .

Encantada e me distraindo, fiquei olhando aquelas lembranças.
Sentei no chão,
Joguei direto no saco de lixo os restos de um amor que me magoou.

Peguei as palavras de raiva e de dor que estavam na prateleira de cima -

Pois quase não as uso - e também joguei fora!

Outras coisas que ainda me magoam, coloquei num canto para depois ver o que fazer, se as esqueço ou se vão pro lixo.

Revirei aquela gaveta onde se guarda tudo de importante: amor, alegria, sorrisos, fé ...
Como foi bom!!!

Recolhi com carinho o amor encontrado, dobrei direitinho os desejos, perfumei na esperança, passei um paninho nas minhas metas e deixei-as à mostra.

Coloquei nas gavetas de baixo lembranças da infância; em cima, as de minha juventude, e... pendurado bem à minha frente, coloquei a minha capacidade de amar... e de recomeçar...

Martha Medeiros

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Mãe de seis filhos ganha US $ 10 milhões de loteria,mas hoje esta falida.


Photo: Woman Wins $10 Million Lottery Nine Years Ago, But Is Now Broke and Catching The Bus To Work. Read more at http://blog.blacknews.com/2013/03/sharon-tirabassi-woman-wins-10-million-dollar-lottery-broke-taking-bus101.html <-- find out what happened
Nove anos depois de descontar um cheque de loteria para mais de US $ 10 milhões, uma mulher de 35 anos de idade, do Canadá, Sharon Tirabassi, está falida e está pegando o ônibus para o seu trabalho.
Ela é uma mãe que agora está trabalhando para sustentar seus filhos em sua casa alugada, mas o que aconteceu com todo o seu dinheiro?
 Bem, infelizmente, os prêmios de loteria não veio com um consultor financeiro, e Sharon esbanjou com  gastos que literalmente comeram todo o seu dinheiro. Como uma pessoa que passou anos pulando de abrigo para abrigo, ela estava totalmente despreparada para o estilo de vida milionário.

Ela ofereceu  viagens para amigos , com todas as despesas pagas viagens para o México, as ilhas do Caribe, Flórida, Las Vegas, e muito mais.
Ela doou US $ 1 milhão para seus pais, 1,75 milhões dólares a seus irmãos, pagou aluguel de seus amigos, comprou uma casa $ 515.000, e até comprou  quatro carros - um Hummer, um Mustang, um Dodge Charger e um $ 200,000-plus, personalizado Cadillac Escarlate.
Aparentemente, ela fez de tudo, menos  poupar o dinheiro.
"Você nunca acha que o dinheiro  vai acabar ", Diz ela.

Ela ia verificar sua conta varias vezes e sempre havia tantos zeros que ela achava que estava bem - até que um dia havia apenas três quartos de um milhão de esquerda.

"E isso foi tempo para parar a diversão  e só voltar à vida", diz ela.

Ela está mais feliz hoje. Diz que a vida tem um propósito mais agora do que quando ela ia  fazer compras.

Ela está trabalhando em tempo parcial como um trabalhador de apoio pessoal e criando seus seis filhos em uma casa alugada no centro off Barton e Sherman.
Seu marido, Vinny, também de 35 anos, tem outros três filhos de um relacionamento anterior.
Perguntado sobre como a vida acabou para eles, Vinny encolhe os ombros, fumando um cigarro na porta de sua casa alugada.
"Eu vivi assim toda a minha vida, eu nunca fui rico", diz ele. "Nós crescemos assim, então estamos acostumados a isso."
Praticamente tudo o que resta agora é em confiança para seus filhos e é isso que é importante para ela.
"O momento que eu tenha, eu dividi entre minha família ...  foi divertido no começo, agora é como ... de volta à vida", diz ela.
Antes de ganhar toda bolada, Tirabassi estava morando em um apartamento Hamilton leste com seus três filhos, cada um de um pai diferente.

Ela era Sharon Mentore então - ainda não tinha se casado. Ela havia acabado de começar um  trabalho como um prestador de cuidados pessoais.
Mas na Páscoa Fim de semana em abril de 2004, Isso tudo mudou ela acertou acertar no jackpot e ganhou US $ 10,5 milhões de euros .
Para alguém que passou a sua adolescência pulando de abrigo para abrigo, ela não estava preparada para o estilo de vida milionário.
Era como se tivesse nascido uma uma árvore de dinheiro no quintal .
Apesar de descontar um cheque 10,5 milhões dólares, apenas dois anos antes, Tirabassi tirou uma hipoteca $ 360.000 na casa.
Vinny diz, que possuiu quatro veículos: um amarelo brilhante Hummer, um Mustang, um Dodge Charger e um 200 mil dólares-plus, envenenado Cadillac Escalade - baby Tirabassi é.
Sua placa personalizada ler "BABIPHAT,"loteria
Com suas roupas de sua grife favorita, e seu carro  Cadillac equipado com plataformas giratórias de interiores e misturadores de som, tocavam música hip-hop na calçada que incomodava a rua calma suburbana.
Tirabassi não gosta de seus vizinhos.
"Eles não gostam de pessoas mais jovens", diz ela.
Além dos veículos extravagantes, uma grande parte do dinheiro foi para a família e amigos.

Demais, ela admite agora.
Ela deu a seus pais $ 1 milhão.
Outra 1,75 milhões dólares foi dividido entre seus quatro irmãos.
Ela comprou várias casas na cidade, alugá-los a preços acessíveis para as famílias. Ela disse que pagou aluguel das pessoas. Emprestou dinheiro para ajudar um amigo, quando seu marido foi para a cadeia. Ajudou mais dois amigos iniciar um negócio em Toronto.

Um monte de amigos saiu da toca quando surgiram notícias de sua vitória - e  depois muitos deles nunca mais apareceram
"O dinheiro é a raiz de todo o mal", diz ela, balançando a cabeça.
Vinny concorda.
"Amigos que ela não  falavapor muito tempo, começaram a falar."
"O dinheiro não compra a felicidade. Isso causou-lhe um monte de dores de cabeça ", diz ele.
"Ela perdeu um monte de amigos, um monte de família."

Em 2007, de acordo com uma entrevista Spectator na época, Tirabassi já tinha acabado com a  metade de seus ganhos, e estava vivendo de investimentos em outros US $ 5 milhões.
Também naquele ano, Vinny bateu o Mustang.
Ele se declarou culpado de duas acusações de dirigir alcoolizado e causar lesão corporal.
Ele foi condenada a 18 meses de prisão, além de liberdade condicional de dois anos.
Em 2008, enquanto ele estava na cadeia, o Tirabassis perdeu a casa Ancaster.
De lá, eles se mudaram para Hagersville, em seguida, para o oeste de Edmonton uma vez Vinny estava fora da cadeia.

 Hoje, milionários sem um tostão de Hamilton estão de volta no centro, vivendo em uma casa alugada em uma rua tranquila industrial - não muito longe de onde ela começou.
É modesto, as paredes cobertas de fotos de família .
Eles têm dois gatos e um coelho chamado Princess.
Os Tirabassis estão preocupados com que as pessoas saibam onde eles vivem agora. Sua vitória não torná-los um monte de amigos, e eles estão preocupados com sendo roubado.
"Um monte de gente que ainda acha que ela tem muito dinheiro", disse Vinny.
Entre os dois, há nove filhos. Três cada de relacionamentos anteriores, e mais três juntos.
O Dodge Charger e o Hummer são nada em vista em sua rua nova. Ela dirige uma bicicleta rosa quente elétrica nos dias de hoje, quando ela não está tomando o ônibus.
O Cadillac precisa de vários concertos
Um monte de amigos se foram também.

As pessoas se aproveitaram deles, não pagá-los quando emprestou-lhes dinheiro.
"(Eles dizem) 'eles têm o suficiente para que pagar eles estão bem, certo?'", Disse Vinny.
Se o Tirabassis pode dar um conselho seria , ter cuidado com quem você compartilha suas vitorias .Tente guardar somente para si ", diz Tirabassi.
Ao invés de lamentar os milhões, ela está se concentrando agora em aumentar seus filhos com os valores da família mesmo.
"Eu estou tentando fazê-los saber que eles têm que trabalhar por dinheiro", diz Tirabassi.
"De vez em quando eles pedem dinheiro e eu digo que não tenho dinheiro  e digo  você tem que esperar até dia de pagamento. "

domingo, 25 de agosto de 2013

''- Orando e Agradecendo - Bom Dia ''

Deus, eu gostaria de te dizer tantas coisas... Faltam-me palavras. Aprendi a orar de um jeito diferente, sem dogmas, padrões e palavras prontas, oro em atitudes, acredito mais nelas do que em promessas. Oro sempre que olho no fundo dos olhos de alguém e provoco uma reflexão positiva. Oro na possibilidade da ajuda concreta, seja limpando uma casa, trabalhando com uma equipe ou pensando conjuntamente na resolução de um problema. Oro quando acredito que mesmo diante das maiores dificuldades é possível encontrar algo positivo. Oro quando relevo uma grosseria. Oro quando consigo ajudar uma pessoa a perceber os potenciais incríveis que ela carrega dentro de si. Oro quando acaricio um cachorro no parque. Oro quando acredito em dias melhores, mesmo quando a tristeza devasta as minhas emoções e fere a minha paz. Oro quando sorrio para uma criança, um idoso ou um desconhecido, simplesmente para sentir a conexão da generosidade que liga todos nós na teia da vida. Oro quando sinto a plenitude de um pôr do sol. Oro quando acordo mais um dia pela manhã e agradeço a oportunidade de estar viva. Oro quando não fico te pedindo coisas feito uma criança mimada, mas quando peço forças para ir além, seja por mim ou por mais alguém. Oro quando sorrio para mim mesma diante do espelho e penso: Mais um dia para tornar especial!

Sabe, Deus, talvez eu esteja mais ligada a você do que imagino, eu só não havia parado para analisar o que de fato significa orar. Então, Amém!

Lígia Guerra

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

OI  AMIGOS, OLHA  SÓ  QUANTA  COISA LINDA   ENCONTREI  NA NET,  NA  PAG.RECICLAGEM  JARDINAGEM E DECORAÇÃO  E  OUTROS,  IDÉIAS  ÓTIMAS.












quinta-feira, 11 de julho de 2013

Saudades do Meu Povo

Oi  gente,  eu  gostaria  de  agradecer  muito  a  todos  que  dão aquela  espiadinha  no  meu blog  estou  muito  feliz,  espero  está  sendo  útil,  muita  paz  pra  todos  nós.



quarta-feira, 26 de junho de 2013

domingo, 16 de junho de 2013

Sapatos

Seleção  dos  mais  lindos  sapatos  que a equipe do Bazar da Có garimpou na net.

domingo, 5 de maio de 2013

QUERO VOLTAR A CONFIAR



QUERO VOLTAR A CONFIAR.

 Fui criado com princípios morais comuns: quando eu era pequeno, mães, pais, professores, avós, tios, vizinhos eram autoridades dignas de respeito e consideração. Quanto mais próximos ou mais velhos, mais afeto. Inimaginável responder de forma mal educada aos mais velhos, professores ou autoridades… Confiávamos nos adultos porque todos eram pais, mães ou familiares das crianças da nossa rua, do bairro, ou da cidade.

 Tínhamos medo apenas do escuro, dos sapos, dos filmes de terror… Hoje me deu uma tristeza infinita por tudo aquilo que perdemos. Por tudo o que Meus netos um dia enfrentarão. Pelo medo no olhar das crianças, dos jovens, dos velhos e dos adultos.

 Direitos humanos para criminosos, deveres ilimitados para cidadãos honestos. Não levar vantagem em tudo significa ser idiota. Pagar dívidas em dia é ser tonto… Anistia para corruptos e sonegadores… O que aconteceu conosco? Professores maltratados nas salas de aula, comerciantes ameaçados por traficantes, grades em nossas janelas e portas. Que valores são esses? Automóveis que valem mais que abraços, Filhas querendo uma cirurgia como presente por passar de ano. Celulares nas mochilas de crianças.

 O que vais querer em troca de um abraço? A diversão vale mais que um diploma. Uma tela gigante vale mais que uma boa conversa. Mais vale uma maquiagem que um sorvete. Mais vale parecer do que ser… Quando foi que tudo desapareceu ou se tornou ridículo? Quero arrancar as grades da minha janela para poder tocar as flores! Quero me sentar na varanda e dormir com a porta aberta nas noites de verão! Quero a honestidade como motivo de orgulho. Quero a retidão de caráter, a cara limpa e o olhar olho-no-olho.

 Quero a vergonha na cara e a solidariedade. Quero a esperança, a alegria, a confiança! Quero calar a boca de quem diz: “ temos que estar ao nível de…”, ao falar de uma pessoa. Abaixo o “TER”, viva o “SER” E definitivamente bela, como cada amanhecer. E viva o retorno da verdadeira vida, simples como a chuva, limpa como o céu de primavera, leve como a brisa da manhã! Quero ter de volta o meu mundo simples e comum.

 Vamos voltar a ser “gente” Onde existam amor, solidariedade e fraternidade como bases. A indignação diante da falta de ética, de moral, de respeito... Construir um mundo melhor, mais justo, mais humano, onde as pessoas respeitem as pessoas. Utopia? Quem sabe?... Precisamos tentar… Quem sabe começando a encaminhar ou transmitindo essa mensagem… Nossos filhos merecem e nossos netos certamente nos agradecerão!

 Arnaldo Jabor
QUERO VOLTAR A CONFIAR.

Fui criado com princípios morais comuns: quando eu era pequeno, mães, pais, professores, avós, tios, vizinhos eram autoridades dignas de respeito e consideração. Quanto mais próximos ou mais velhos, mais afeto. Inimaginável responder de forma mal educada aos mais velhos, professores ou autoridades… Confiávamos nos adultos porque todos eram pais, mães ou familiares das crianças da nossa rua, do bairro, ou da cidade.

Tínhamos medo apenas do escuro, dos sapos, dos filmes de terror… Hoje me deu uma tristeza infinita por tudo aquilo que perdemos. Por tudo o que Meus netos um dia enfrentarão. Pelo medo no olhar das crianças, dos jovens, dos velhos e dos adultos.

Direitos humanos para criminosos, deveres ilimitados para cidadãos honestos. Não levar vantagem em tudo significa ser idiota. Pagar dívidas em dia é ser tonto… Anistia para corruptos e sonegadores… O que aconteceu conosco? Professores maltratados nas salas de aula, comerciantes ameaçados por traficantes, grades em nossas janelas e portas. Que valores são esses? Automóveis que valem mais que abraços, Filhas querendo uma cirurgia como presente por passar de ano. Celulares nas mochilas de crianças.

O que vais querer em troca de um abraço? A diversão vale mais que um diploma. Uma tela gigante vale mais que uma boa conversa. Mais vale uma maquiagem que um sorvete. Mais vale parecer do que ser… Quando foi que tudo desapareceu ou se tornou ridículo? Quero arrancar as grades da minha janela para poder tocar as flores! Quero me sentar na varanda e dormir com a porta aberta nas noites de verão! Quero a honestidade como motivo de orgulho. Quero a retidão de caráter, a cara limpa e o olhar olho-no-olho.

Quero a vergonha na cara e a solidariedade. Quero a esperança, a alegria, a confiança! Quero calar a boca de quem diz: “ temos que estar ao nível de…”, ao falar de uma pessoa. Abaixo o “TER”, viva o “SER” E definitivamente bela, como cada amanhecer. E viva o retorno da verdadeira vida, simples como a chuva, limpa como o céu de primavera, leve como a brisa da manhã! Quero ter de volta o meu mundo simples e comum.

Vamos voltar a ser “gente” Onde existam amor, solidariedade e fraternidade como bases. A indignação diante da falta de ética, de moral, de respeito... Construir um mundo melhor, mais justo, mais humano, onde as pessoas respeitem as pessoas. Utopia? Quem sabe?... Precisamos tentar… Quem sabe começando a encaminhar ou transmitindo essa mensagem… Nossos filhos merecem e nossos netos certamente nos agradecerão!

Arnaldo Jabor

terça-feira, 16 de abril de 2013

looks lindos usando caveiras














OLHA SÓ  GENTE,  QUANTA COISA BONITA DE SE VE, LOOKS  MUITO  LINDOS
VI  TODOS  GARIMPANDO  NA NET.

quinta-feira, 28 de março de 2013

SAPATOS MUITO LINDOS










Olha só que sapatos mais lindoseu vi na net, nas páginas:Design Secrets  e Sapatos,  maravilhosos.